quarta-feira, 22 de junho de 2011

Motociclismo


Nós acreditamos em seguir nosso próprio caminho e não interessa qual caminho o resto do mundo segue.
Nós acreditamos em destruir o sistema que é construído para esmagar indivíduos como insetos num pára-brisa.
Alguns de nós acreditam no Cara lá de cima; todos nós acreditamos em levar fé no cara aqui debaixo.
Nós acreditamos no céu e não acreditamos no teto solar.
Nós acreditamos na liberdade.
Nós acreditamos na poeira, feno, búfalos, montanhas, e em cair na estrada no final de tarde.
Nós acreditamos em bolsas laterais e nós acreditamos que os caubóis tinhão razão.
Nós acreditamos em recusar a ser rebaixado por qualquer um.
Nós acreditamos em roupas pretas porque elas não mostram nenhuma poeira... Nem fraqueza.
Nós acreditamos que o mundo esta virando um bunda-mole e nós não estamos indo junto com ele.
Nós acreditamos em viagens de moto que duram uma semana.
Nós acreditamos em amor de beira de estrada, cachorro quente de posto de gasolina, e em descobrir o que está atrás da próxima colina.
Nós acreditamos em motores trepidantes, pistões do tamanho de latas de lixo tanques de gasolina desenhados em 1936, faróis do tamanho de faróis de trem, cromo e pintura personalizada.
Nós acreditamos em chamas e caveiras.
Nós acreditamos que a vida é o que você faz, e nos fazemos dela uma puta viagem.
Nós acreditamos que a máquina onde você senta pode dizer ao mundo exatamente quem você é.
Nós não ligamos para o que todos os outros acreditam